the-beatles-logo-green-apple-49906 

”Os famosos cortes de cabelo volumosos em franja, os terninhos de tweed sem colarinho, os bigodes, as costeletas… Os Beatles não foram somente a maior banda que o mundo já teve, mas também faziam parte de um liquidificador cultural na ”década perdida” dos anos 60. Além de expor ao mundo uma maneira incrivelmente criativa de fazer música, a banda ainda ditou moda. Todos os garotos queriam imitá-los.

Favim.com-abbey-road-beatles-doc-martens-dr-martens-316209

No começo da carreira, ainda antes da fama, John, Paul, George e Ringo eram adeptos das jaquetas de couro e topete, que era moda na época por causa de seus ídolos como Eddie Cochran e Elvis Presley. Mas até aí nada de inovador. O que começou a fazer a diferença entre eles foi quando Brian Epstein, o empresário que os lançou, começou a impor neles um estilo limpo e agradável de se ver. Nessa época de bons moços, os quatro passaram a usar um corte de cabelo considerado diferente (os mais conservadores não achavam muito másculo, mas ok), o chamado moptop. As jaquetas de couro rebeldes deram lugar a terninhos sem colarinho de Pierre Cardin, uma referência na época.

tumblr_mpfm5ufqCh1s97fdfo3_500

Um tempo depois os garotos amadureceram não só nas letras das músicas como no vestuário e cabeleira. Dos terninhos começaram a usar gola rolê, blazers, jaquetas, jeans e acessórios nada formais. Pode-se ver isso na capa do disco ”Rubber Soul” em que todos já começavam a deixar os cabelos crescerem mais um pouco.

rs7
Rubber Soul

Daí pra frente eles entraram na época da ”alegria”. Com o movimento hippie crescendo e a entrada deles na prática da tal meditação transcedental na Índia, os Beatles começaram a apostar mais nas cores berrantes. As batas floridas e calças listradas passaram a fazer parte do vestuário. Lennon resolveu assumir os óculos de aros redondos que tanto odiava na infância, mas nem imaginava que isso se tornaria uma de suas marcas registradas. Além das batas indianas que sempre usavam, blazers coloridos e bastante flores eram comuns entre os quatro.

1385752690_013006_1385753258_noticia_normal

Depois do conceituado ”Sgt. Pepper’s Lonley Hearts Club Band”, um marco da banda, eles resolveram adotar bigodes e cavanhaques e, um pouco mais adiante, deixar os cabelos crescerem mais do que o normal. Nessa época também popularizaram a vestimenta militar alternativa vista na capa do disco.

Sgt-Pepper-s-Lonely-Hearts-Club-Band-the-beatles-12610230-480-283

Quando a banda chegou ao Álbum Branco, pareciam ter uma aparência um pouco mais desleixada com barbas e cabelos gigantescos (nem todos eles), mas ainda usando roupas interessantes. Coletes, lenços, chapéus, tênis (antes sapatos), cintos com fivelas enormes, óculos escuros agora pesavam bastante no visual deles. John Lennon chegou a usar pochete. É, pochete.

tumblr_mch08o9fm91qel0wzo1_1280

Do ”Abbey Road” para o ”Let it Be” (o Abbey Road foi considerado o último disco, mas o Let it Be saiu depois), não mudaram muito sua aparência. O único entre eles que não deixou o cabelo e a barba crescerem demais foi o Ringo, já Lennon e Harrison na carreira solo entre 1970 e 1971 pareciam dois Jesus Cristos um pouco diferentes.

ebef9c664ba09c5084ca47b244d26dc8

Quando a banda chegou ao fim, ao invés de ditar moda como faziam, os quatro passaram a seguir as modas que surgiam. Parece até que quando estavam juntos, os Beatles entravam em um consenso de como se vestir e influenciar os seus fãs. Mas não deixavam de se vestir bem. Lennon, por exemplo, frequentemente usava Calvin Klein.

A MODA BEATLE NOS DIAS DE HOJE

Stella McCartney, filha de Paul, seguiu o caminho do estilismo e da moda se tornando uma profissional muito conhecida nesse meio tendo trabalhado até para a Gucci. Conceituada, Stella, que ama o trabalho do pai e admira muito a época em que ele era parte dos Beatles, perpetua o nome do pai beatle de forma a tê-lo sempre relacionado a este mundo.

stella-e-paul
Stella McCartney e Paul McCartney

O penteado moptop sumiu pouco tempo depois que os Beatles o abandonaram, mas muitos anos depois, por volta dos anos 90, voltaram com tudo. Bandas que se inspiram no mítico quarteto de Liverpool, como o extinto Oasis, trouxeram de volta à moda a maneira beatle de se vestir e pentear. Liam Gallagher, na época do Oasis, acreditava ser uma reencarnação de Lennon (ainda acredita) e muitas vezes usava praticamente o mesmo estilo do ex-beatle e até o mesmo estilo de óculos de lentes circulares.

liam_gallagher_3
Liam Gallagher

Em 2010 a grife brasileira Lore criou uma coleção inteira inspirada na banda, mais precisamente na homônima canção “All You Need is Love”. A estilista japonesa Rei Kawabuko conseguiu com a Apple Corps., empresa que gerencia os direitos dos Beatles, estampas para criar peças para a coleção da grife Comme des Garçons tambem em 2010 e em 2013.

ingresso-beatles-pic
Coleção Comme des Garçons Beatles

Recentemente o cantor britânico Jake Bugg participou de um ensaio fotográfico com sua banda, coincidentemente totalizando quatro membros com o próprio, com o intuito de mostrar o que os jovens londrinos costumam usar. Ou seja, uma clara referência aos Beatles até no estilo das vestimentas quanto no estilo das fotografias.

15409_620574401394357_3832380672882982988_n
Jake Bugg e sua banda para a GQ USA

Em suma, os Beatles ditaram tudo e mudaram o mundo na metade do século passado. Um marco da nossa história, seja para os nossos ouvidos ou, na moda, para nossa maneira de vestir.”

 tumblr_mg0phtmrpt1r72zz4o1_r1_500

Anúncios

Um comentário em “Os Beatles e a moda‏

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s